Image by Ekaterina Shakharova

FISIOTERAPIA PARA IDOSOS

Recupere o bem-estar e a qualidade de vida em situações de demências ou outras doenças degenerativas.

Acha que a idade está a pesar e tem maior dificuldade em mexer-se?

Sente os seus pais mais debilitados?

Os seus avós estão mais “parados”? 

Fisioterapia no Envelhecimento

Com o aumento da esperança média de vida, a Fisioterapia é cada vez mais importante na prevenção e promoção da saúde, para além da reabilitação física. Nós Fisioterapeutas, adaptamos a nossa intervenção para a promoção/prevenção da saúde, proporcionando um envelhecimento mais saudável, através da educação e da responsabilização de cada pessoa. 

 

Seguem exemplos de patologias bastante comuns ligadas ao envelhecimento em que a Fisioterapia tem um papel preponderante:

Demências (como a Doença de Alzheimer)

A doença de Alzheimer é a causa mais frequente de demência e agrava-se de forma progressiva. Numa primeira fase, alguns lapsos de memória, podendo estar associados a ansiedade e a estados depressivos. Numa fase posterior, o não reconhecimento de familiares e amigos torna-se comum, para além da desorientação e de ajuda a realizar algumas tarefas diárias como vestir ou comer. Numa última fase da doença, o doente pode já estar acamado e sem qualquer capacidade em comunicar.

 

A Fisioterapia poderá ajudar o doente (e a sua família) a manter-se ativo, através de tarefas da vida diária ou numa fase mais tardia, na mobilização do doente na cama.

Doenças degenerativas osteoarticulares (como a osteoporose)

A osteoporose caracteriza-se pela diminuição da densidade óssea, ou seja, os ossos ficam mais frágeis e podem ocorrer fraturas com muita facilidade. As fraturas mais comuns são por compressão vertebral (nas vértebras), do fémur e do punho. A osteoporose é mais frequente nas mulheres, principalmente após a menopausa.

 

A Fisioterapia é uma área determinante na osteoporose, podendo atuar na prevenção de quedas ou na reabilitação pós-fratura

Outras doenças associadas ao envelhecimento

Existem muitas outras doenças comuns em idosos em que a Fisioterapia tem um papel preponderante na recuperação, entre as quais:

  • AVC

  • Artroses

  • Doença de Parkinson

  • Doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC)

  • Enfisema

  • Pós-internamento por cirurgia

  • Trauma/quedas

Image by Ekaterina Shakharova

Fisioterapia para Idosos

A Fisioterapia é fundamental, tanto na prevenção/promoção de saúde na população mais envelhecida, como na reabilitação de condições associadas ao envelhecimento e às suas fragilidades. 

Sofro ou conheço alguém com problemas ligados ao envelhecimento. Como pode a Fisioterapia ajudar?

De uma forma geral, a Fisioterapia é relevante para:

  • Aumentar a força muscular

  • Manter a mobilidade articular

  • Manter ou recuperar o equilíbrio

  • Diminuir a dor

  • Garantir a máxima independência nas atividades da vida diária

Como são as sessões de Fisioterapia para doenças neurológicas?

As técnicas de intervenção do Fisioterapeuta em condições neurológicas estão direccionadas para melhorar a força, o equilíbrio e a coordenação motora.

As sessões terão sempre em conta as características da doença e da pessoa, sendo delineado um plano individual específico de acordo com os objetivos do doente. O mais importante é que esses objetivos sejam realistas e motivadores para o doente.

Quanto tempo demora a recuperação de doenças ligadas ao envelhecimento?

 

Com o avançar da idade, a capacidade de recuperação acaba por diminuir. No entanto, dependendo do tipo de condição e do suporte familiar, a recuperação pode ser de apenas alguns meses. Em casos de doenças progressivas como a doença de Alzheimer, a intervenção poderá ser prolongada, adequando os objetivos à fase em que o doente se encontra.

Para mais informações, entre em contato connosco ou agende uma sessão de avaliação para iniciar a sua recuperação o mais brevemente possível. 

Image by Ekaterina Shakharova

Comece hoje mesmo a recuperar  qualidade de vida.